Conecte-se agora

VALE DO PIANCÓ

Mais oito indústrias de água são fechadas por irregularidades , uma de Piancó

Publicado

em

Mais oito fábricas de água adicionada de sais, localizadas em municípios do interior da Paraíba, foram interditadas e mais quatro pessoas foram presas em flagrante na ‘Operação Poseidon’, que é realizada pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB), em conjunto com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Secretaria da Receita Estadual (SER-PB) e Secretaria de Segurança e Defesa Social da Paraíba, desde a última terça-feira (6).

Até esta quinta-feira (08), já são 15 interdições e oito prisões em flagrante. As fiscalizações continuam e o balanço final dos trabalhos será divulgado em entrevista coletiva à imprensa, nesta sexta-feira (9), às 9h, na Sala de Sessões da Procuradoria-Geral de Justiça, em João Pessoa.

Conforme informou o diretor-geral do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (MP-Procon), o promotor de Justiça Francisco Glauberto Bezerra, em apenas dois dias de operação, oito pessoas foram presas em flagrante por crime de adulteração de produto voltado ao consumo humano (cuja pena é de reclusão que pode chegar a oito anos).

Vinte e duas fábricas de água adicionada de sais já foram fiscalizadas. Apenas quatro delas estão regulares: a ‘Santa Vitória’ (localizada em Alagoa Nova), a ‘Terra Santa’ (localizada em Jericó), a ‘Savoy’ (que fica em Queimadas) e a ‘Delícia’ (localizada em Santa Luzia).

As demais foram fechadas, três delas por problemas na documentação (a ‘Cristal Leve’, em Areia; a ‘Igapo’, em Sousa; e a ‘Água Prata’, em Prata) e 12, por colocarem em risco a saúde da população. Outras três fábricas foram notificadas e receberam recomendação dos órgãos por apresentarem irregularidades passíveis de soluções mais imediatas: a ‘Nova Fonte’ (em Manaíra), a ‘Purifique’ (em Pombal) e a ‘Água do Sertão’ (em Piancó).

As 12 empresas fechadas por irregularidades sanitárias graves são: ‘Cristal de Areia’ (em Areia), ‘Fonte da Vida’ (em Monteiro), ‘Pureza’ (em Conceição), ‘Agrovida’ (em Lagoa Seca), ‘Vale Cristal’ (em Cajazeiras), ‘Clara Serra’ (em Bananeiras), ‘Várzea Verde’ (em Frei Martinho), ‘Ivna’ (em Soledade), ‘Água do Vale’ e ‘Água Azul’ (em Santa Luzia), ‘Água Clara’ (em Piancó) e ‘Olho D´Água’ (em Triunfo).

MaisPB

VALE DO PIANCÓ

Chuvas são insuficientes e Paraíba e Ceará sofrem com falta d’água

Publicado

em

As chuvas deste ano não foram suficientes para encher os reservatórios de boa parte do sertão nordestino, depois de anos de seca. “As chuvas deste ano foram bem melhores do que ano passado, embora ainda estejamos numa situação bastante crítica devido às chuvas ocorridas nos últimos anos, que foram abaixo da média”, diz a meteorologista Marle Bandeira.

Dos 233 municípios paraibanos, 176 estão em situação de emergência por causa da seca. Significa dizer que 80% das cidades estão sofrendo com falta d’água. Em todo o estado, 128 açudes são monitorados pela Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa). Mais de 50% estão com menos de 20% da capacidade.

Em boa parte da zona rural de Boqueirão, Cariri da Paraíba, a água só chega de carro pipa, e apenas uma vez por mês. Por isso, os agricultores cuidam das cisternas como se fossem ouro. O açude de Boqueirão abastece 19 cidades. Além da chuva, conta com a água da transposição do rio São Francisco. Os produtores que vivem pertinho do açude só podem irrigar plantações com até meio hectare.

No Ceará, a situação não é diferente. Hoje, a capacidade hídrica do estado é de pouco mais de 12%. A reserva deve garantir o abastecimento humano apenas para os próximos três meses. Na cidade de Granjeiro, por exemplo, desde 2015 os moradores enfrentam escassez de água. O único reservatório da cidade, o açude do Junco, secou, e apenas este ano recuperou um pouco do volume que havia perdido. Mas a qualidade da água nas torneiras não é a ideal.

As chuvas deste ano não foram suficientes para encher os reservatórios de boa parte do sertão nordestino, depois de anos de seca. “As chuvas deste ano foram bem melhores do que ano passado, embora ainda estejamos numa situação bastante crítica devido às chuvas ocorridas nos últimos anos, que foram abaixo da média”, diz a meteorologista Marle Bandeira.

Dos 233 municípios paraibanos, 176 estão em situação de emergência por causa da seca. Significa dizer que 80% das cidades estão sofrendo com falta d’água. Em todo o estado, 128 açudes são monitorados pela Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa). Mais de 50% estão com menos de 20% da capacidade.

Em boa parte da zona rural de Boqueirão, Cariri da Paraíba, a água só chega de carro pipa, e apenas uma vez por mês. Por isso, os agricultores cuidam das cisternas como se fossem ouro. O açude de Boqueirão abastece 19 cidades. Além da chuva, conta com a água da transposição do rio São Francisco. Os produtores que vivem pertinho do açude só podem irrigar plantações com até meio hectare.

No Ceará, a situação não é diferente. Hoje, a capacidade hídrica do estado é de pouco mais de 12%. A reserva deve garantir o abastecimento humano apenas para os próximos três meses. Na cidade de Granjeiro, por exemplo, desde 2015 os moradores enfrentam escassez de água. O único reservatório da cidade, o açude do Junco, secou, e apenas este ano recuperou um pouco do volume que havia perdido. Mas a qualidade da água nas torneiras não é a ideal.

Continue Lendo

VALE DO PIANCÓ

Prefeito de Conceição exonera todos os comissionados

Publicado

em

O prefeito de Conceição, José Ivanilson, exonerou todos os servidores comissionados e extinguiu todos os contratos efetuados por excepcional interesse público com forma de reduzir despesas e atingir o equilíbrio financeiro. O gestor também decretou situação de emergência na cidade sertaneja por conta da estiagem.

Segundo ele, os valores repassados ao município pelos Governos Estadual e Federal para a manutenção de programas, planos e projetos por eles criados não são suficientes para a cobertura das despesas, o que obriga o
município dispor de grandes valores, com recursos próprios, para complementar o custo total de diversos programas.

O gestor ainda destaca que a medida leva em consideração a necessidade de dotação orçamentária e capacidade financeira para atendimento das despesas de caráter contínuo, como folha de pagamento e encargos dela decorrentes, inclusive 13º salário e férias, água, luz, telefone, precatórios, decisões judiciais, convênios e contratos firmados.

O prefeito ainda cortou todas as gratificações, além disso, ele determinou a redução de no mínimo 30% das despesas com material de expediente, combustível, energia e comunicação.

MaisPB

Continue Lendo

VALE DO PIANCÓ

Homem constrói maior candeeiro do mundo e marca data para acendê-lo, em Itaporanga

Publicado

em

Dado a invenções inusitadas e surpreendentes, o itaporanguense Antônio Modesto está prestes a inaugurar mais uma de suas muitas criações. Um candeeiro gigante, considerado o maior do mundo, será aceso na noite de 8 de janeiro no sítio Jenipapo, berço de sua família.

O candeeiro, segundo o seu inventor, tem capacidade para mais de mil litros de gás e seu pavio consome 20 quilos de algodão, mas compensa tanto custo: sua claridade alcança uma área de 800 metros quadrados, uma boa opção em tempos de energia elétrica cara. Uma carga completa clareia dez noites inteiras.

Mais do que economia com eletricidade, o candeeiro tem um objetivo cultural e simbólico: ele fortalece a memória das antigas noites sertanejas, quando o breu noturno dos nossos antepassados era quebrado pelo candeeiro alimentado por querosene em um tempo em que a energia elétrica ainda estava bem distante. O candeeiro era fundamental para as residências rurais e iluminava também as festas familiares e populares.

Por isso é com festa que o candeeiro gigante será inaugurado. Ele vai clarear uma luta de mulheres em uma arena que será montada exclusivamente para o confronto feminino. Conforme Antônio Modesto, há uma boa premiação para as três melhores colocadas: são 700 reais para a campeã; uma cesta básica e uma bicicleta para a que ficar em segundo lugar; e 300 reais para a terceira colocada.

Segundo ainda o organizador, a luta terá regulamento e arbitragem para evitar desequilíbrios entre as atletas. Várias mulheres já se inscreveram e outras interessadas também podem fazer sua inscrição, que é gratuita. O evento também terá segurança e todos estão convidados. Telefone para maiores informações é o 999583020.

Fonte Folha do Vali
Continue Lendo

ARMAZÉM PARAIBA

LG NET

ASSEMBLÉIA DA PARAIBA

JORNALISMO VERDADE

MERCADINHO ALVINO

CEMACO DE DR MARCINHO

JORNAL DA BOA NOVA FM

TV CVN: A TV DO VALE DO PIANCÓ

Em Alta

Hospedado por ServerPro