Conecte-se agora

CVN PARAIBA

Servidores do Judiciário prometem ocupar Pleno do TJ nesta quarta-feira em protesto pelo não pagamento da data-base

Publicado

em

Os servidores do Poder Judiciário Estadual da Paraíba realizam protesto, nesta quarta-feira (11), a partir das 14h, durante sessão do Tribunal Pleno, no Tribunal de Justiça, contra o não pagamento da reposição salarial deste ano e o corte de salário dos servidores que participaram de paralisação das atividades no mês de março deste ano.

 

Para o presidente da Associação dos Técnicos, Auxiliares e Analistas Judiciários da Paraíba (ASTAJ), José Ivonaldo, “por perseguição contra os servidores e má administração das finanças do Tribunal de Justiça, o presidente da Corte Estadual não cumpre a lei que determina o pagamento da reposição salarial, que deveria ter sido paga desde janeiro, e ainda persegue os servidores com corte de salário”, afirmou.

 

O dirigente sindical informa ainda que várias ações no campo jurídico, na Paraíba e em Brasília, estão sendo ajuizadas para impedir o abuso de autoridade e o descumprimento da lei, que estão sendo praticadas pelo presidente do TJ/PB contra os servidores.

 

Já para o presidente da Associação dos Servidores da Secretaria do Tribunal de Justiça (ASSTJE), Altamir Pimentel, a liminar concedida pelo Ministro Ricardo Lewandowski, do STF, nos autos que o TJ/PB move contra o Estado da Paraíba, que determina a recomposição do duodécimo do judiciário estadual no montante adicional de R$ 16,8 milhões para este ano, permite as condições financeiras e orçamentárias necessárias à concessão da data-base para os servidores.

 

Os  dirigentes ASTAJ e ASSTJE  informam que o mesmo protesto ocorrerá durante todos os dias de sessão do Pleno pelos servidores, até que seja dada uma solução para o impasse. As sessões ordinárias ocorrem semanalmente, todas as quartas-feiras, no prédio do próprio TJ/PB.

Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

PBagora

CVN PARAIBA

ASSISTA: Operação ‘Malhas da Lei’ prende suspeitos de tráfico, homicídios e desmanche de veículos na PB

Publicado

em

As Polícias Civil, Militar e Bombeiros deflagraram na manhã desta quinta-feira (20) no Brejo paraibano a “Operação Malhas da Lei’. O objetivo é prender suspeitos de envolvimento com homicídios, tráfico de drogas e roubos de veículos para desmanche.

Os mandados de busca e apreensão foram realizados nas cidades de Araruna e Tacima. A ação envolveu 120 policiais, além do novo helicóptero Acauã.

Cinco pessoas foram presas e um adolescente apreendidos. Os homens presos são suspeitos de roubos de veículos no Rio Grande do Norte para revenda na Paraíba.

Continue Lendo

CVN PARAIBA

Quatro pessoas são presas por venderem celulares a presos do PB1

Publicado

em

Quatro pessoas foram presas em flagrante – entre elas dois agentes penitenciários – e uma pessoa foi autuada na operação “Black Friday”, deflagrada desta quarta-feira (19), em João Pessoa, pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado do Ministério Público Estado da Paraíba (Gaeco/MPPB), pela Delegacia Especializada no Combate ao Crime Organizado (Deccor) e pela Gerência de Inteligência e Segurança Orgânica da Secretaria de Administração Penitenciária (Gisop/Seap).

Elas são acusadas de integrar uma organização criminosa que comercializava aparelhos celulares no PB1, o presídio de segurança máxima ‘Dr. Romeu Gonçalves de Abrantes’, localizado na Capital paraibana, e deverão ser indiciadas pelos crimes de corrupção ativa e passiva (artigos 317 e 333 do Código Penal), lavagem ou ocultação de ativos financeiros (artigo 1° da Lei 9.613/1998) e participação em organização criminosa (artigo 2° da Lei 12.850/2013).

Além das prisões, os órgãos que integram a operação também conseguiram recuperar alguns aparelhos celulares que foram comercializados na unidade prisional e providenciar o bloqueio de outros aparelhos.

Coletiva

As informações sobre a operação foram dadas em entrevista coletiva à imprensa, realizada na Secretaria de Administração Penitenciária do Estado, em João Pessoa. Participaram dela o promotor de Justiça e coordenador do Gaeco, Octávio Paulo Neto; os secretários de Administração Penitenciária e de Segurança Pública e Defesa Social, Sérgio Fonseca de Souza e Cláudio Lima, respectivamente, e o delegado Allan Terruel.

O representante do Ministério Público da Paraíba explicou que após a explosão do PB1 – ocorrida no último dia 9, para resgatar apenados que cumpriam pena na unidade de segurança máxima e que resultou na fuga de mais de 90 presos -, os órgãos de segurança e inteligência constituíram uma força-tarefa para identificar as vulnerabilidades da unidade prisional e tentar compreender melhor o que havia acontecido. Segundo ele, a operação realizada hoje é um desdobramento dessa força-tarefa. “A utilização de equipamentos telefônicos em ambientes prisionais é um dos maiores males que atinge a sociedade como um todo, até porque é através desses aparelhos que vários crimes são gestados. Isso expõe a segurança do ambiente e dos próprios policiais”, disse.

Já o secretário de Administração Penitenciária informou que os dois agentes presos deverão ser responsabilizados nas esferas administrativa, criminal e civil e destacou que eles não ‘‘mancham’’ a imagem da categoria, já que a maioria dos agentes penitenciários do Estado da Paraíba trabalha com profissionalismo e seriedade. “É importante que fique registrado que os valores negociados (de acordo com as investigações, os celulares eram vendidos a R$ 15 mil e os carregadores, a R$ 5 mil) denotam o profissionalismo e a seriedade dos demais agentes, porque o alto valor dos aparelhos demonstra como é difícil a entrada desses equipamentos na unidade”, disse.

Continue Lendo

CVN PARAIBA

Governo entrega Acauã 2 visando reforçar atuação das Forças de Segurança da PB

Publicado

em

A Paraíba possui mais um helicóptero à disposição das forças de segurança para atuar no combate à criminalidade, em ocorrências de grande porte, que envolvam policiamento aéreo, salvamento aquático, resgate de vítimas e combate a incêndios. O Acauã 2, que possui prefixo PP–CPB pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), foi oficialmente entregue nesta quarta-feira (19), no Parque do Povo, em Campina Grande.

Na oportunidade, ainda foram entregues 36 medalhas e láureas para oficiais que se destacaram no cumprimento de suas funções. Entre os homenageados, estão dois soldados do 9º BPM que neutralizaram uma dupla de assaltantes que agia na região de Nova Floresta. Os soldados Santos e Souza Silva ganharam a Medalha de Serviços Distintos.

A nova aeronave da Paraíba ficará sediada na base 02 do Grupamento Tático Aéreo (GTA), em Campina Grande. Ela vai garantir que as ocorrências demandadas tenham sempre cobertura, já que a manutenção dos dois helicópteros da Paraíba será feita em momentos diferentes, assim, pelo menos um deles, estará disponível.

Para o governador Ricardo Coutinho, este momento representa mais um avanço na segurança pública da Paraíba, agregando valor a um projeto de segurança que busca combater a criminalidade e vem obtendo boas respostas. “Antigamente a Paraíba não tinha nenhum helicóptero, agora já possui dois. O novo Acauã vai auxiliar operações de repressão qualificada, de busca e salvamento, enfim, da mesma forma que o outro helicóptero, ele também irá contribuir muito para o trabalho das forças de segurança”, disse o governador.

O secretário de Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima, explicou que o Acauã 2 ficará com base em Campina Grande, mas poderá ser utilizado em todo o estado, de acordo com a demanda. “O Acauã 2 é mais avançado que o Acauã 1, porque tem mais tecnologia, maior autonomia de vôo e irá reforçar a segurança pública nessa região e em toda a Paraíba. É mais um investimento que vem para somar no combate à violência”, analisou.

“São investimentos constantes feitos pelo Governo do Estado visando à melhoria dos serviços prestados à sociedade pela segurança pública. Este helicóptero vai ser mais um reforço para os profissionais da segurança e será usado também durante as eleições deste ano, auxiliando o policiamento preventivo”, afirmou o comandante geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves.

A comerciante Dayana Souza mora nas proximidades do Parque do Povo e foi ver de perto o novo helicóptero da Segurança Pública da Paraíba. “Eu acredito que o helicóptero vai ajudar muito o trabalho da polícia, porque do alto é possível perceber a ação dos bandidos ou então um acidente grave, com mais rapidez. Com certeza esse foi um investimento que vai valer a pena”, comentou.

Grupamento Tático Aéreo (GTA)

Criado pela Medida Provisória 221/2014 é formado por comandante, subcomandante, seção de operação, segurança operacional, instrutor de treinamento, supervisor de manutenção, gestor administrativo e apoio administrativo. Vai operar o helicóptero em regime de escala, diariamente. No GTA todos os oito responsáveis pelo trabalho com as aeronaves são policiais militares, civis e bombeiros militares.

Confira imagens da entrega:

Governo entrega Acauã 2 visando reforçar atuação das Forças de Segurança da Paraíba
Governo entrega Acauã 2 visando reforçar atuação das Forças de Segurança da Paraíba
Governo entrega Acauã 2 visando reforçar atuação das Forças de Segurança da Paraíba
Governo entrega Acauã 2 visando reforçar atuação das Forças de Segurança da Paraíba
Governo entrega Acauã 2 visando reforçar atuação das Forças de Segurança da Paraíba

 

Continue Lendo

ARMAZÉM PARAIBA

LG NET

ASSEMBLÉIA DA PARAIBA

JORNALISMO VERDADE

MERCADINHO ALVINO

CEMACO DE DR MARCINHO

JORNAL DA BOA NOVA FM

TV CVN: A TV DO VALE DO PIANCÓ

Em Alta

Hospedado por ServerPro