Conecte-se agora

CVN PARAIBA

Tratamento ofertado na PB possibilita casais com HIV terem filhos sem o vírus

Publicado

em

Adriano e Marta (nomes fictícios) são casados. Ele tem HIV. Ela não tem. Mas juntos, desejavam um filho biológico. Semana passada conseguiram engravidar, com praticamente zero chances de transmissão do vírus tanto para ela quanto para o bebê que virá, graças ao tratamento Beto Pessoa via Profilaxia Pré-Exposição (PrEP), que na Paraíba está sendo ofertado há quatro meses via Sistema Único de Saúde (SUS) pelo Complexo de Doenças Infecto-Contagiosas Clementino Fraga, em João Pessoa.

A PrEP é a combinação de dois medicamentos: tenofovir + entricitabina, que juntos bloqueiam alguns “caminhos” que o HIV usa para infectar o organismo. Tomando diariamente, a medicação pode impedir em mais de 90% dos casos que o HIV se estabeleça e se espalhe no corpo, possibilitando que quem o tome tenha relações sexuais sem uso do preservativo. Uma rotina sexual ou reprodutiva sem grandes limitações, graças à tecnologia farmacêutica.

 

A diretora do Clementino Fraga, Thaís Matos, disse que foi o primeiro caso de gravidez de pessoas em uso da PrEP na Paraíba, um avanço quando se pensa em relações sexuais de pessoas sorodiscordantes. “É um planejamento. Comemoramos no hospital esta semana esta gravidez, porque ela atinge uma das metas da PrEP, que é a possibilidade de engravidar num casal sorodiscordante. Ele tem HIV, com uma carga viral indetectável; ela não tem HIV e está tomando a PrEP”, disse.

 

No total, 69 pessoas fazem uso da PrEP na Paraíba, segundo dados do Clementino Fraga. Destas, 47 são pessoas com parceiro sorodiscordante (sendo 30 delas pessoas heterossexuais e 17 homossexuais); 20 são homens que têm relações sexuais com homens; 6 são profissionais do sexo; e 1 pessoa trans. Na Paraíba, a PrEP só é ofertada no Complexo de Doenças Infecto-Contagiosas Clementino Fraga, em João Pessoa, com 69 usuários ativos. A partir do próximo ano, a expectativa da Secretaria de Estado da Saúde (SES) é que o medicamento também esteja disponível em Campina Grande e Patos, Sertão paraibano, no Serviço de Atenção Especializada (SAE).

 

CVN PARAIBA

Homem mata irmão a golpes de faca na Paraíba

Publicado

em

Um homem de 58 anos matou a golpes de faca seu irmão na noite desta segunda-feira (21), na cidade de Sousa, na Paraíba.  Alcides Gomes da Silva estava bebendo com o seu irmão quando começaram a se desentender.

Ele desferiu golpes de faca contra Paulo César Gomes de 46 anos e fugiu de bicicleta após cometer o crime.

O Samu foi acionado mas ao chegar no local apenas constatou o óbito.

Guarnições da Polícia Militar foram acionadas e realizam diligências com o intuito de prender o suspeito.

Fonte Click PB
Continue Lendo

CVN PARAIBA

Sine-PB oferece 138 vagas de emprego em cinco cidades nesta semana

Publicado

em

O Sistema Nacional de Empregos da Paraíba (Sine-PB) oferece 138 oportunidades de emprego a partir desta terça-feira (22), distribuídas em cinco municípios paraibanos. A maioria das vagas está concentrada na cidade de João Pessoa, com 30 vagas para técnico de refrigeração com experiência em sistema de refrigeração industrial. As demais vagas estão distribuídas nos municípios de Campina Grande, Bayeux, São Bento e Santa Rita.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (83) 3218-6619, 3218-6618 ou 3218-6624 (em João Pessoa) e (83) 3310-9412 (em Campina Grande). Em João Pessoa, a sede do Sine-PB está localizada na rua Duque de Caxias, 305, no Centro de João Pessoa (próximo ao Shopping Terceirão.

MaisPB

Continue Lendo

CVN PARAIBA

PB soma 529 registros de pessoas desaparecidas em dois anos

Publicado

em

Nos últimos dois anos, o Centro Integrado de Operações Especiais (Ciop) da Paraíba registrou 529 ocorrências de pessoas desaparecidas, no Estado. Somente nos primeiros 15 dias deste ano, já foram 14 registros. Não há, no entanto, nem no Estado, nem no país dados precisos sobre o número de pessoas desaparecidas. Estimativas indicam que, no Brasil, sumam em torno de 50 mil crianças por ano, o que demonstra a gravidade do problema. O assunto será discutido durante o VI Seminário sobre Crianças Desaparecidas, promovido pelos conselhos Federal e Regional de Medicina (CFM e CRM), em parceria com o Ministério Público da Paraíba (MPPB) e várias outras entidades, no próximo dia 1º de fevereiro, em João Pessoa.

A promotora de Justiça e coordenadora do Centro de Apoio Operacional às Promotorias da Cidadania, Elaine Pereira de Alencar, explicou que o evento MPPB está totalmente entrelaçado com o novo programa do Ministério Público: o Plid – Programação de Localização e Identificação de Desaparecidos. Ela observou que há uma total sintonia entre os órgãos envolvidos no seminário e que o CRM e o CFM estão vindo como novos e importantes parceiros para que o Plid possa prestar efetivamente o serviço que se propõem.

“Os médicos têm a possibilidade de detectar – pela análise do comportamento da criança, pela sua postura, pela sua fala, por algumas indicações – uma criança que esteja em situação de violência, como a retirada de sua família de origem, de forma abrupta, não permitida. Essa possibilidade concreta os tornam agentes multiplicadores desse cuidado e instrumentos de prevenção e combate ao desaparecimento infantil. Então, é demasiadamente importante, tanto para o Ministério Público, quanto para os demais órgãos de segurança, essa parceria para reprimir o tráfico de seres humanos, sequestro e outras situações que ensejam em desaparecimentos. A proteção da infância é a preocupação do Ministério Público”, afirmou.

MaisPB

Continue Lendo

ARMAZÉM PARAIBA

LG NET

ASSEMBLÉIA DA PARAIBA

JORNALISMO VERDADE

MERCADINHO ALVINO

CEMACO DE DR MARCINHO

JORNAL DA BOA NOVA FM

TV CVN: A TV DO VALE DO PIANCÓ

Em Alta

Hospedado por ServerPro